EDITORIAL

19-04-10

EDITORIAL

Permalink 16:56:28, Categories: Número 13 - Abril 2010  

Sentado numa cadeira à minha frente, o homem olhava a janela com ar desconfiado como se temesse que por ali pudesse entrar a todo o momento um soldado inimigo.

Com quase 66 anos de idade, robusto, musculado e aparentemente saudável, começou por falar da infância, da família e dos amigos, mas quando chegou à idade da tropa e do choque que teve quando na ordem de serviço apareceu o seu nome como mobilizado para Angola, o discurso mudou radicalmente e o que até aqui parecia normal, descambou por completo.

Mal sabia ler e escrever, mas tal óbice não o impediu de rabiscar num papel o esquema de algumas das operações em que participou na mata angolana, nem de afirmar que pela sua galhardia o governador geral da então província ultramarina lhe havia oferecido o comando de várias unidades militares e, mais tarde, sugerido ao ministro do exército a sua nomeação como comandante operacional da Guiné.

Dos familiares mais próximos de poucos sabia a idade certa. No entanto, da data em que desembarcou em Luanda, das várias emboscadas que teve, dos nomes dos camaradas mortos em combate, das dificuldades de evacuação dos feridos e do dia em quem chegou à metrópole, tudo saiu de rajada como se isto tivesse passado ontem e já lá vão cerca de 40 anos.

A vida militar arrasou este homem e tal como muitos outros ex-combatentes sofre de TEPT – Transtorno de Estresse Pós Traumático, cujos sintomas como a “ sensação de alerta constante”, o “pensamento na guerra e nos camaradas mortos e feridos”, o “não diferenciar lembranças da realidade”, “a sensação de traição por parte da sociedade” e “a tendência para o suicídio”, o atrofiaram por completo.
Como este muitos outros ex-militares tem sido esquecidos pelo poder político. Serviram a nação com enorme valentia para defender o que à época era considerado português. Perderam aí os seus melhores tempos de juventude e em troca o que receberam foi nada.

Para os políticos de “aviário” que tem governado o nosso país nos últimos 35 anos o que importa são os ordenados e outros suplementos chorudos. Os ex-militares que se lixem, porque o que dá votos são os beneficiários de subsídios de duvidosa legalidade e a técnica do “safe-se quem poder”.

A ingratidão é o pior dos sentimentos e nesse aspecto os nossos governantes são uns artistas.

Américo Pereira

Deprecated: Assigning the return value of new by reference is deprecated in D:\Websites\amcpocor\blogs.amcpocoredondo.pt\www\skins\_feedback.php on line 102 Deprecated: Assigning the return value of new by reference is deprecated in D:\Websites\amcpocor\blogs.amcpocoredondo.pt\www\skins\_feedback.php on line 223

Pingbacks:

No Pingbacks for this post yet...

Deprecated: Assigning the return value of new by reference is deprecated in D:\Websites\amcpocor\blogs.amcpocoredondo.pt\www\plugins\_calendar.plugin.php on line 135 Deprecated: Assigning the return value of new by reference is deprecated in D:\Websites\amcpocor\blogs.amcpocoredondo.pt\www\plugins\_calendar.plugin.php on line 865
September 2019
Mon Tue Wed Thu Fri Sat Sun
 << <   > >>
            1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30            

Boletim "O Poço"

Search

Deprecated: Assigning the return value of new by reference is deprecated in D:\Websites\amcpocor\blogs.amcpocoredondo.pt\www\plugins\_archives.plugin.php on line 152 Deprecated: Assigning the return value of new by reference is deprecated in D:\Websites\amcpocor\blogs.amcpocoredondo.pt\www\plugins\_archives.plugin.php on line 329

Misc

XML Feeds

What is this?

powered by
b2evolution