Category: Número 5 - Abril 2008

15-04-08

O FUTURO ESTÁ GARANTIDO

Permalink 15:27:15, Categories: Número 5 - Abril 2008  

A rusga carnavalesca do peditório dos chouriços, na Segunda-Feira gorda, no Poço Redondo, além de constituir, hoje, um evento de referência nos lugares vizinhos, veio a pulverizar este ano todos os recordes de participantes até agora atingidos.

Começando como habitualmente batidas as 15,00 horas, no Largo do Divino Espírito Santo, junto ao edifício/sede da Associação, com pouco mais de uma dúzia de pessoas, o grupo foi engrossando conforme a passagem pelas habitações do Lugar, culminando o seu encerramento, por volta das 20,00 horas, com cerca de duas centenas de participantes, nos quais se incluíam mais de 25% de forasteiros, entre nacionais e estrangeiros, alguns deles já repetentes há vários anos.

Com um estandarte de acácia florida, decorado com fitas de papel multicores, a abrir o cortejo, seguiam-se os mascarados, parte deles travestidos, e os tocadores de instrumentos de percussão, na maioria improvisados, que em batuque ritmado acompanhavam os cantares de índole popular (com a desafinação habitual reforçada pela originalidade a motivar os mais sisudos) e anunciavam a aproximação à casa seguinte, onde os anfitriões para lubrificação das gargantas e fonte de inspiração, apresentaram o mais genuíno da cepa, fosse ele tinto, branco ou palheto.

Mas se a dimensão da rusga constituiu um acontecimento único, mais importante foi facto do grupo de foliões ser constituído por um número significativo de jovens, cuja a adesão nestes últimos anos se tem verificado de forma acentuada, o que nos permite afirmar, sem receio, que o futuro está garantido.

Deprecated: Assigning the return value of new by reference is deprecated in D:\Websites\amcpocor\blogs.amcpocoredondo.pt\www\skins\_feedback.php on line 102 Deprecated: Assigning the return value of new by reference is deprecated in D:\Websites\amcpocor\blogs.amcpocoredondo.pt\www\skins\_feedback.php on line 223

EDITORIAL

Permalink 15:24:22, Categories: Número 5 - Abril 2008  

Embora a vida das colectividades nunca tenha sido fácil, especialmente pelas diversas dificuldades que surgem no dia à dia, desde as económicas e das resultantes da falta de meios materiais e humanos, até às ligadas à indisponibilidade de sócios para fazerem parte dos corpos sociais, nomeadamente das Direcções, com a entrada em vigor do Decreto-Lei 234/2007, de 19/06/07, no que concerne às condições exigidas para o Serviço de Restauração ou de Bebidas, então a situação complica-se ainda mais.

Sem questionar a regra que “Dura lex, sed lex” (A lei é dura, mas é a lei) e que, como tal, no plano dos princípios, as leis não são feitas para se adaptarem aos cidadãos mas sim para os cidadãos se adaptarem A elas, nem sempre o legislador se encontra sensibilizado para os problemas marginais que surgem em consequência, nalguns casos fruto da má elaboração das próprias leis.

Ora, tendo em consideração o importante papel das Associações de Cultura e Recreio na nossa sociedade, parece-nos que se este Decreto-Lei fôr aplicado nos seus precisos termos, quem acaba por perder será a própria sociedade, por vir a provocar o encerramento de muitas das colectividades.

Esperamos que a razoabilidade e o bom senso venham a imperar. Caso contrário, o futuro será muito pouco risonho para as Associações de Cultura e Recreio, particularmente para as da nossa região.

Américo Pereira

Deprecated: Assigning the return value of new by reference is deprecated in D:\Websites\amcpocor\blogs.amcpocoredondo.pt\www\skins\_feedback.php on line 102 Deprecated: Assigning the return value of new by reference is deprecated in D:\Websites\amcpocor\blogs.amcpocoredondo.pt\www\skins\_feedback.php on line 223

CARNAVAL À NOSSA MODA

Permalink 15:23:07, Categories: Número 5 - Abril 2008  

A segunda-feira do "Peditório dos Chouriços" terminou com o tradicional Baile que incluiu um concurso de Máscaras e a distribuição de prémios pelos melhores classificados. Tratou-se de um evento bastante participado, onde os intervenientes para além de mostrarem as suas capacidades criativas, exibiram, nalguns casos, uma coreografia em palco que muito dignificou o espectáculo. Com o salão cheio, os foliões deram asas à imaginação até altas da madrugada, apesar dos corpos suados e das pernas cansadas de tanto saltar e dançar.

No dia seguinte, Terça-Feira de Carnaval, como não podia deixar de ser, logo ao raiar da aurora, teve início a confecção do almoço com as oferendas recebidas no "Peditório dos Chouriços", sob a batuta do "Toino D'Adelina" (que, nestas coisas, não brinca em serviço), e a colaboração de uma vasta equipa de voluntários.

Depois, por volta do meio-dia, começaram a chegar os primeiros comensais para, chegada a uma hora da tarde, "arrancarem" os trabalhos de degustação da "sopa de colher em pé" com que o cozinheiro brindou a rapaziada. Todos ficaram satisfeitos com o repasto e convictos de que esta tradição, sem data de nascimento conhecida, está cada vez mais forte e saudável, a avaliar pelo número crescente de participantes, entre naturais da terra, familiares, convidados e amigos.

Por isso, temos a certeza que o "Almoço Popular do dia de Carnaval" não correrá qualquer risco, pese embora os vários ataques que, na generalidade, nos dias de hoje, são movidos às tradições populares.

Até para o ano em mais um "CARNAVAL NO POÇO REDONDO".

Rui Lopes

Deprecated: Assigning the return value of new by reference is deprecated in D:\Websites\amcpocor\blogs.amcpocoredondo.pt\www\skins\_feedback.php on line 102 Deprecated: Assigning the return value of new by reference is deprecated in D:\Websites\amcpocor\blogs.amcpocoredondo.pt\www\skins\_feedback.php on line 223

CONHECENDO TOMAR ...

Permalink 15:20:45, Categories: Número 5 - Abril 2008  

LENDA DE STª IRIA

A IGREJA E O CONVENTO

No ano de 653, governava a Nabância o conde Castinaldo, casado com Cássia, quando seu filho Britaldo, no dia de S. Pedro Félix, se apaixonou loucamente por Iria, uma bela menina de 15 anos, tão rica em dotes físicos como morais, filha de Hermegido e Eugénia, residentes numa Quinta dos arredores do burgo, ele descendente de uma nobre família goda e ela de uma opulenta família Romana.

Havia grande arraial e romaria nesse dia na Igreja de S. Pedro Félix, situada a meio caminho entre o Convento de Stª Maria (local da actual Igreja de Stª Maria do Olival) e o Convento de Stª Clara (local do actual convento de Stª Iria), junto à ponte Romana, e Iria encontrava-se a fazer as suas orações quando ali entrou Britaldo que, rendido a tanta beleza se prendeu de amores por ela. Porém, como Iria tencionava dedicar a sua vida ao serviço de Deus, veio a rejeitar-lhes propostas, o que o levou a adoecer de mal de amor. Movida pela caridade cristã, Iria foi à sua cabeceira consolá-lo e convencê-lo da impossibilidade de com ele casar, por ter voto de castidade.

Também Frei Ramígio, um monge a quem havia sido confiada a educação de Iria, sucumbiu à sua beleza. Repudiado por esta, o monge jurou vingança, e conseguiu fazer ministrar à puríssima virgem uma beberagem que a fez inchar como grávida.

Fiado nas aparências e julgando-se traído, Britaldo mandou matá-la, o que aconteceu a 20 de Outubro desse mesmo ano, quando Iria rezava devotamente as suas orações numa Capelinha junto ao Nabão. O vil sicário terá sido Banaão, que após lhe enterrado no peito um punhal a lançou às águas. Rio abaixo, o corpo da Santa Virgem e Mártir chegou à cidade de Scalabis (Santarém), onde o Poder Divino abriu o Tejo para que ali fosse sepultado numa das suas margens.

A Igreja e o Convento de Stª Iria foram construídos sobre as ruínas do Convento de Stª Clara, embora existisse já, desde 1317, uma pequena capela dedicada a Stª Iria. Com um pórtico de arco redondo entre pilastras com motivos musicais e medalhões; o interior de uma só nave; a Capela de Miguel do Valle e Herdeiros, com arcos da renascença em cujos medalhões se vêem bustos de Índios americanos, abóbada artesoada recamada de douraduras e um retábulo de pedra de Anca; azulejos do Sec. VXII; pinturas murais da autoria de Domingos Vieira Serrão (c. 1610) e talha barroca. A Igreja de Stª Iria foi objecto de profundas remodelações em 1536, sob a direcção de João de Castilho.

Deprecated: Assigning the return value of new by reference is deprecated in D:\Websites\amcpocor\blogs.amcpocoredondo.pt\www\skins\_feedback.php on line 102 Deprecated: Assigning the return value of new by reference is deprecated in D:\Websites\amcpocor\blogs.amcpocoredondo.pt\www\skins\_feedback.php on line 223

A PRÁTICA DE TODO TERRENO

Permalink 15:17:20, Categories: Número 5 - Abril 2008  

A prática de todo terreno tem-se vindo a cimentar entre nós desde à cerca de três décadas a esta parte, sendo o nosso país pródigo em condições excelentes para tal, em toda a sua extensão.

Tanto ao nível de competições, onde Portugal tem tido ao longo dos anos das melhores provas a nível europeu, com campeonatos sucessivamente bem disputados, e máquinas excelentemente preparadas quer por marcas oficiais, quer mesmo a nível de equipas particulares, como também ao nível do todo o terreno túristico.

No que diz respeito à vertente competitiva, esta tem-se mantido bastante activa ao longo do tempo, com provas de campeonato de norte a sul do país, embora nos anos mais recentes as marcas oficiais tenham restringindo um pouco os seus investimentos. E isto porquê? Com a alteração registada em finais de 2000 na forma de tributação das viaturas todo o terreno, mais vulgarmente conhecidas por jipes, onde o famigerado imposto automóvel viu aqui o seu peso aumentar de forma bastante considerável, o preço final destes sofreu um aumento de tal ordem que tornou a suas vendas praticamente sem expressão a nível nacional. Como tal, as marcas e representantes oficiais deixaram de ter tanto interesse em investir somas avultadas em competições nacionais, sabendo de antemão que o retorno a nível comercial não seria o desejado.

Já no que diz respeito ao todo terreno túristico, a realidade é diferente. Esta é uma vertente que tem vindo a conquistar ao longo dos anos adeptos das mais variadas faixas etárias, tendo-se assistido progressivamente ao nascimento de inúmeros clubes, empresas, ”legiões” de marcas, etc, ..., com o objectivo de se organizarem passeios dos mais variados tipos, seja cá no país, seja fora, sobretudo em África.
Aqui, a imaginação e creatividade mandam, e realizam-se passeios por esse país fora que levam atrás de si um número considerável de adeptos, adeptos estes que vão à procura da aventura, da boa disposição, de conhecimento de zonas inóspitas e desconhecidas, das tradições locais e gastronomicas, do que de melhor a natureza tem para nos oferecer.
Logicamente que toda esta actividade se rege por regras, onde a que deve sempre prevalecer deverá ser a do bom senso e a do respeito pela natureza e sua conservação.

Por todas estas razões, e pela excelente qualidade que muitos destes eventos têm vindo a demonstrar por todo o país, esta é uma actividade que se vai mantendo muito activa, com muitos adeptos. E enquanto prevalecer o respeito pela natureza, e pelo próximo, e com a excelente “montra” paisagistica que este nosso país nos oferece em toda a sua extensão, decerto que é uma actividade que se irá manter ao longo do tempo.

Marino Gomes

Deprecated: Assigning the return value of new by reference is deprecated in D:\Websites\amcpocor\blogs.amcpocoredondo.pt\www\skins\_feedback.php on line 102 Deprecated: Assigning the return value of new by reference is deprecated in D:\Websites\amcpocor\blogs.amcpocoredondo.pt\www\skins\_feedback.php on line 223

RIR É O MELHOR REMÉDIO

Permalink 15:11:55, Categories: Número 5 - Abril 2008  

A D.Maria já estava farta pois o marido já não tinha vontade de ... ou lhe doía a cabeça ou queria ver o futebol ... Para além disso, de noite dava-lhe murros e pontapés que ela andava sempre pisada, por isso resolveu pedir o divórcio. Passado algum tempo pôs um anúncio no jornal:
«Procuro homem bom na cama mas que não dê murros e pontapés».
No dia seguinta tocam à campainha ela vai atender e vê um homenzinho sem braços e sem pernas numa cadeira de rodas:
- O que é que deseja?
- Eu vim responder ao anúncio ...
- Desculpe mas não deve ter lido tudo, eu queria um homem bom na cama !
-Olhe, desculpe mas pensa que eu toquei à campainha com quê ?

Deprecated: Assigning the return value of new by reference is deprecated in D:\Websites\amcpocor\blogs.amcpocoredondo.pt\www\skins\_feedback.php on line 102 Deprecated: Assigning the return value of new by reference is deprecated in D:\Websites\amcpocor\blogs.amcpocoredondo.pt\www\skins\_feedback.php on line 223

HISTÓRIA DOS COMPUTADORES

Permalink 15:10:54, Categories: Número 5 - Abril 2008  

Para contar a história dos computadores começamos por dividi-la em cinco gerações distintas, com base no surgimento de novas tecnologias, que têm permitido grandes avanços no poder de cálculo e modificações na sua base.

1º Geração: Tecnologia de válvulas (1940-1955)
1943-MARK I
Numa parceria da IBM com a Marinha Norte-Americana, surgiu o Mark I, totalmente electromecânico, com cerca de 17 m de comprimento, 2,5 m de altura e uma maça de 5 toneladas. O seu barulho em funcionamento, segundo relatos da época, assemelhava-se a várias pessoas a tricotar dentro de uma sala e continha 750.000 partes unidas por cerca de 80 km de fios. Foi o primeiro computador totalmente automático, usado exclusivamente para fins militares.
1945 – ENIAC
No auge da segunda Grande Guerra, os Ingleses criaram o Colossus para decifrar os códigos nazis e os americanos apresentaram o ENIAC, que utilizava válvulas electrónicas e números manipulados por forma decimal. Embora de alta velocidade para a época, tornava-se muito difícil mudar-lhe as instruções, já que a programação era feita por troca de válvulas e fios, conforme o que se pretendia.

2ª Geração: Utilização do transístor (1955-1965)
Em 1952 Bell Laboratories inventou o transístor, que apresentava imensas vantagens em relação às antigas válvulas, pois, além do mais, tinha características especiais, como menor aquecimento, maior poder de cálculo e fiabilidade e menor consumo de energia, sendo que os cálculos passaram a ser medidos de segundos para microsegundos. Devido às vantagens de utilização de transístores, a partir dessa altura, começaram a surgir diversos modelos de computadores, como o TRADIC e o IBM 1401, cuja instalação deste último, ocupava uma sala.

3ª Greração: Os circuitos integrados (1965-1980)
Esta geração teve o seu ínicio com a introdução dos circuitos integrados, o que veio a permitir uma redução nos custos de produção. O Burroughs B-2500 foi um dos primeiros modelos com esta tecnologia, o PDP-5, produzido pela DEC, o primeiro minicomputador comercial e o INTEL 4004 o primeiro microprocessador.

4ª Geração: Circuitos de larga escala (1980-1990)
Ainda mais avançados que os circuitos integrados, surgiram os circuitos de larga escala (LSI – mil transístores por “chip”) e larguíssima escala (VLSI – cem mil transístores por “chip”). Em 1981 nasce o processador 286 e quatro anos mais tarde o 386. Introduziu-se no mercado as placas VGA e suporte a 256 cores. Em 1989 foram lançados os primeiros 486. Foi a partir desta geração que os computadores se tornaram tão acessíveis às pessoas em geral que foi criado o conceito de “PC” – “Personal computer”, actualmente tão conhecido.

5ª Geração: Integração de uma escala ultra larga e processamento paralelo (1990 - hoje)
Basicamente são os computadores modernos. Aumentou-se drasticamente a capacidade de processamento de dados, armazenamento e de transferência. Depois do processador Pentium da Intel em 1993, surgiram os Pentium II, III e IV, e mais recentemente a introdução da tecnologia de 64 bits e de multi-processador. Na verdade, as maiores novidades desta época são os novos processadores, cada vez mais rápidos e com maior capacidade de processamento.
Uma nova geração de computadores estará ainda para vir, eventualmente com processadores quânticos ou moleculares de água, com capacidade ainda maior de armazenamento de informação, o que nos leva a concluir que a evolução informática estará muito longe de terminar.


Hugo Pereira

Deprecated: Assigning the return value of new by reference is deprecated in D:\Websites\amcpocor\blogs.amcpocoredondo.pt\www\skins\_feedback.php on line 102 Deprecated: Assigning the return value of new by reference is deprecated in D:\Websites\amcpocor\blogs.amcpocoredondo.pt\www\skins\_feedback.php on line 223

SABIA QUE ...

Permalink 15:06:44, Categories: Número 5 - Abril 2008  

A teobromina que os chocolates contêm afecta o sistema nervoso e o músculo do coração dos cães, provocando-lhe vómitos, diarreia, hiperactividade, arritmia, tremores musculares, coma e eventualmente a morte.

O chocolate menos perigoso é branco e o mais perigoso o preto, normalmente utilizado na culinária.

O peso do cão e o tipo de chocolate é determinante para o efeito nocivo no animal.

O faro do cão é quarenta vezes superior ao do olfacto humano

Deprecated: Assigning the return value of new by reference is deprecated in D:\Websites\amcpocor\blogs.amcpocoredondo.pt\www\skins\_feedback.php on line 102 Deprecated: Assigning the return value of new by reference is deprecated in D:\Websites\amcpocor\blogs.amcpocoredondo.pt\www\skins\_feedback.php on line 223

MULHERES VIVEM MAIS QUE OS HOMENS

Permalink 15:05:00, Categories: Número 5 - Abril 2008  

De acordo com um relatório da Organização Mundial de Saúde apresentando no decorrer da 60ª Assembleia Mundial de Saúde, em Maio de 2007, que teve lugar em Genebra, as mulheres de todo o mundo vivem em média mais quatro anos que os homens, sendo a esperança média de vida das portuguesas de 81 anos e dos portugueses de 74 anos.
Apesar do relatório não apontar causas específicas para os dados apurados em cada país, refere que a alimentação ocupa importante papel na esperança de vida e que os índices mais baixos em alguns países poderão estar relacionados com as elevadas percentagens de doenças como a SIDA ou a tuberculose.
Enquanto as mulheres (86 anos) e os homens (79 anos) Japonesas se apresentam como os que tem mais probabilidades de alcançar maior longevidade, as nascidas na Suazilândia (37 anos) e os nascidos na Serra Leoa (37 anos), são os tem menor esperança média de vida.
Para Daniel J. Kruger, investigador e professor na Universidade de Michigan (EUA) “as mulheres vivem mais em praticamente todos os países e a diferença que o sexo representa na esperança de vida é reconhecida pelo menos desde meados do Sec. XVIII”. Segundo este investigador esta tendência não é exclusiva da espécime humana, pois também no reino animal as fêmeas tendem a viver mais que os machos.
Kruger defende ainda que os hábitos da vida moderna podem influenciar a esperança de vida e que a fisiologia dos homens os colocam em desvantagem comparativamente com a mulheres, por o seu sistema imunitário nalguns casos ser mais fraco que o delas e as condicionantes comportamentais – como o tabagismo, violência ou até a condução perigosa – poderem exercer sobre eles maior influência.

Deprecated: Assigning the return value of new by reference is deprecated in D:\Websites\amcpocor\blogs.amcpocoredondo.pt\www\skins\_feedback.php on line 102 Deprecated: Assigning the return value of new by reference is deprecated in D:\Websites\amcpocor\blogs.amcpocoredondo.pt\www\skins\_feedback.php on line 223

ACTIVIDADES PARA O PRÓXIMO TRIMESTRE

Permalink 15:03:26, Categories: Número 5 - Abril 2008  
Deprecated: Assigning the return value of new by reference is deprecated in D:\Websites\amcpocor\blogs.amcpocoredondo.pt\www\skins\_feedback.php on line 102 Deprecated: Assigning the return value of new by reference is deprecated in D:\Websites\amcpocor\blogs.amcpocoredondo.pt\www\skins\_feedback.php on line 223

:: Next Page >>

Deprecated: Assigning the return value of new by reference is deprecated in D:\Websites\amcpocor\blogs.amcpocoredondo.pt\www\plugins\_calendar.plugin.php on line 135 Deprecated: Assigning the return value of new by reference is deprecated in D:\Websites\amcpocor\blogs.amcpocoredondo.pt\www\plugins\_calendar.plugin.php on line 865
September 2019
Mon Tue Wed Thu Fri Sat Sun
 << <   > >>
            1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30            

Boletim "O Poço"

Search

Deprecated: Assigning the return value of new by reference is deprecated in D:\Websites\amcpocor\blogs.amcpocoredondo.pt\www\plugins\_archives.plugin.php on line 152 Deprecated: Assigning the return value of new by reference is deprecated in D:\Websites\amcpocor\blogs.amcpocoredondo.pt\www\plugins\_archives.plugin.php on line 329

Misc

XML Feeds

What is this?

powered by
b2evolution